Não há como negar que as estrias são um dos grandes pesadelos na mulher. Essas cicatrizes, causadas pelo estiramento da pele e quebra das fibras elásticas e colágenas, aparecem normalmente nas coxas, glúteos, barriga e seios e causam um incômodo tremendo. Não à toa, estão entre as principais queixas nos consultórios.

Vários tratamentos podem combater esse problema. Um deles, porém, é dos maiz eficazes e rápidos e indicado exatamente para o inverno. Trata-se do laser CO2 fracionado. Ele age provocando uma microablação na pele, ao mesmo tempo em que deixa o tecido epidérmico ao redor saudável. A pele não é removida e essa é a grande vantagem do laser fracionado: trata profundamente sem danificar por fora. Na cicatrização, a pele se retrai e produz colágeno, proporcionando uma uniformização.

Diferentemente do laser não-ablativo (que não machuca a epiderme), o CO2 causa uma lesão controlada na pele. Sua eficácia é maior, mas a recuperação é ligeiramente mais lenta, e os raios solares são extremamente prejudiciais. Por isso, o mais indicado é fazer o procedimento nas estações mais frias.

Pergunte para seu dermatologista, é ele o responsável por indicar o tratamento mais adequado ao seu problema!