O ciclo de crescimento do cabelo pode ser afetado por fatores externos como dietas radicais, que são pobres em vitaminas, ferro e proteínas; uso de medicamentos; traumas emocionais; problemas de tireóide; pílulas anticoncepcionais; além do fator genético. E a perspectiva da queda dos fios é assustadora. O impacto emocional é grande, especialmente nas mulheres, pois os cabelos são considerados um atributo da sensualidade feminina.

Quando a queda se inicia após um fator desencadeante, por exemplo, após o parto, ela é chamada de eflúvio telógeno. Pode ser bastante intensa, assustando a paciente que se vê diante de um grande número de fios de cabelos soltos após penteá-los, durante a lavagem ou no travesseiro, ao acordar pela manhã. Considerando-se que a queda de cerca de até 100 fios por dia é considerada normal, o número de fios que caem deve ser maior que este.

O tratamento consiste na correção das causas, quando forem detectadas deficiências alimentares ou alterações emocionais. Dietas ricas em proteínas e certas vitaminas vão ajudar. Deve-se controlar doenças que estejam associadas. O dermatologista também pode indicar medicamentos para serem aplicados diretamente no couro cabeludo, visando controlar o processo e estimular o crescimento de novos fios.

Já a calvície, chamada de alopécia androgênica, é uma manifestação que atinge principalmente os homens, mas que também pode afetar as mulheres. Ocorre devido a uma herança genética e o histórico pode vir tanto do lado da mãe como do pai. O início da queda pode acontecer a qualquer momento da vida. Quando inicia-se mais cedo (17 ou 18 anos) a progressão costuma ser mais grave, ou seja, a perda de cabelo tende a ser importante. No caso das mulheres não há perda de cabelos na frente do couro cabeludo como nos homens, mas no topo do couro onde pode-se observar a pele pela rarefação de fios do  local.

Vale saber que o cabelo tem um ciclo de vida dividido em três etapas:

  1. Fase Anágena: corresponde ao crescimento ativo do cabelo. Dura de três a seis anos.
  2. Fase Catágena: período de regressão, ou seja, o cabelo começa a morrer. Dura três semanas.
  3. Fase Telógena: dura aproximadamente três meses, onde o cabelo morto é empurrado por um novo fio anágeno.

Nossa cabeleira possui de 80% a 90% de fios na fase anágena, onde de 50 a100 fios de cabelos caem diariamente.

Cabelos também são examinados e tratados em clínicas dermatológicas. O médico é capaz de realizar um diagnóstico preciso e indicar uma conduta terapêutica adequada. Informações como antecedentes familiares, rapidez do fluxo seborréico película gordurosa, tipos de produtos capilares usados, grau de ansiedade e características do paciente, medicamentos utilizados, entre outras coisas são importantes para um tratamento preciso.